PLATAFORMA CRÍTICA

A Plataforma Crítica - Oficina Brennand conta com direção artística de Júlia Rebouças e curadoria de Catarina Duncan, tendo como orientação três eixos principais: Natureza, Cosmologia, Territórios. Tais eixos, oriundos da poética de Francisco Brennand, se desdobram como linhas conceituais que estruturam a Plataforma com um programa de conversas ao vivo, podcasts, ensaios críticos, comissionamento e oficinas que se estendem até fevereiro de 2021.

 

Discutindo a produção artística de Francisco Brennand e a atuação da Oficina, a Plataforma tem o objetivo de promover uma visada crítica renovada sobre sua obra, bem como partilhar com o público novos direcionamentos para o projeto institucional da Oficina.

 

A Plataforma Crítica - Oficina Brennand (parte do projeto "Seminário: 'O Artista e sua Obra - O futuro do Instituto Oficina Cerâmica Francisco Brennand" - Pronac: 193361) é uma realização do Ministério do Turismo e da Oficina Brennand, com patrocínio do Grupo Cornélio Brennand. ​