OLARIA

Com uma rotina de trabalho incessante, a produção de murais, placas cerâmicas e esculturas mobilizava um conjunto de pessoas, saberes e práticas que se associaram ao fazer artístico de Brennand,  uma equipe fundamental de oleiros que viabilizou a vasta produção cerâmica do artista.

O ARTISTA, O FOGO E A CERÂMICA

“Uma escultura tombou dentro do forno e a resgatamos
como a um cadáver carbonizado. Por milagre ainda estava viva. Coloquei-a penosamente (escaldante) sobre a grande mesa de recuperação forrada de zinco. Olhei constrangido a beleza desmantelada, mas os meus olhos atentos descobriram, céleres, como reparar o irreparável. “

"Trabalho diário e exaustivo: placas, jarros e esculturas arduamente modeladas à mão. Apesar dos ajudantes, tenho os dedos feridos pela argila áspera, as unhas descoladas e doloridas, mas o resultado é compensador.

 

Diário de Francisco Brennand, 30 de agosto de 1974 

Oficina Brennand_SITE_Conteúdo_A Oficina

As pedras cerâmicas, pintadas em diferentes valores tonais, formarão um
verdadeiro mosaico que, visto a uma certa distância, enriquecerá toda essa imensa superfície, obrigatoriamente valorizada e tendente a unificar-se com o posterior grafismo ecom as cores. Estas, por sua vez, dosadas na sua transparência ou opacidade ideais,lembrarão certos efeitos das pinturas parietais e dos afrescos primitivos. Confesso que,no momento, os excessos de expectativas literárias (vício incontrolável do meu caráter), bem traduzidos como falar em demasia, prejudicam e atropelam essa parteda elaboração, importantíssima para o efeito final do conjunto.”

- Trecho  em 22 de agosto de 1961 retirado do Diário de Francisco Brennand - O nome do livro Vol. I 

“Impossibilitado de prosseguir na modelagem das esculturas, percorro a Fábrica na procura do que fazer.  Observo o trabalho dos outros, que me parece lento, mas igualmente pertinaz. Tudo se veste, cresce e amplia. Tijolo por tijolo, argamassa e instrumentos de trabalho, se misturando com as vozes de homens rudes, criando um ritmo viril, nesta infatigável reconstrução. Percebo uma teia de aranha iluminada repentinamente por uma réstia de sol. Foi tecida há poucas horas, pois ainda ontem não estava aqui. Todos somam trabalho e eu os vejo de fora, como alguém que foi excluído desse conjunto. Olho-os novamente, desorientado, fazendo logo um imperceptível movimento de fuga.” 
- Diário de Francisco Brennand,  9 de março de 1975.

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
1/1

DECORAÇÃO E OLEIROS

Todas as peças e ladrilhos cerâmicos da Oficina Brennand são feitos à mão seguindo as técnicas de modelagem, desenho, pintura e queima desenvolvidas e utilizadas pelo artista Francisco Brennand em sua obra artística. Os desenhos florais e a paleta de cores seguem a criação de Brennand.

Cada peça demora aproximadamente 15 dias em média para ficar pronta, passando por um demorado e cuidadoso processo de produção: modelagem, secagem, queima do chacote, esmaltação, queima do esmalte, decoração (desenho e pintura), queima da decoração. Hoje, a Oficina Brennand conta com vários profissionais que criativamente auxiliam o processo de feitura das peças e ladrilhos  de cerâmica, alguns deles parceiros de trabalho do artista Francisco Brennand.

Oficina Brennand_SITE_Conteúdo_A Oficina
Oficina Brennand_SITE_Conteúdo_A Oficina
Oficina Brennand_SITE_Conteúdo_A Oficina